Virtualização não mediada de servidores

Instruções de virtualização elaboradas no kernel

A grande diferença entre os KVM VPS e o resto dos servidores de virtualização é mesmo a tecnologia de virtualização. Com os KVM, não há necessidade de qualquer aplicativo de virtualização adicional a ser executado no servidor- alternativa mente as dicas de software que são precisas compilam-se dentro do SO da máquina anfitriã. Isto baixa consideravelmente os recursos de hardware que têm de ser reservados pelo próprio servidor para poder rodar programas adicionais e por sua vez faz com que esses recursos estejam disponíveis a favor das máquinas hóspedes. O fato de excluir esta camada adicional de comunicação além disso reduz o tempo de espera de entrada/saída, aumentando efetivamente a celeridade do Servidor VPS.
Virtualização não mediada de servidores

Acesso livre aos recursos do servidor reservado

Benefício dos recursos de servidor dedicado exclusivamente para si

O método inovador de virtualização cuja função principal consiste em configurar Servidores Privados Virtuais KVM possibilita a melhor utilização dos recursos de servidor existentes. O sistema KVM é compilado de forma direta no SO do servidor físico e faz possível que as máquinas virtuais se comuniquem diretamente com o hardware do servidor, em vez de ter que passar por um elo de virtualização para cada solicitação. Tal simplificação da comunicação redundante permite uma melhoria considerável na performance dos VPS.
Acesso livre aos recursos do servidor reservado

Controle completo sobre o sistema operacional

Autonomia completa na instalação daquele SO que tiver selecionado

Uma das limitações dos Servidores VPS, se comparados com os servidores reservados sobretudo é o sistema operacional em si – geralmente você está limitado às escolhas de SO oferecidas pelo seu provedor. Com um KVM VPS, não obstante, você pode instalar quase qualquer SO suportado pelo seu servidor, assim como pelo hardware do servidor central. A tal configuração é mesmo possível levando na conta a maneira singular em que opera o método de virtualização KVM. KVM forma parte integrante do sistema operativo do servidor host, fazendo com que as máquinas de convidado mantenham a comunicação diretamente com e o hardware, onde fica excluída a necessidade de um outro nível de comunicação, utilizado no resto dos métodos de virtualização.
Controle completo sobre o sistema operacional
  • Centro de Dados em EUA
  • Centro de Dados em EUA

    Steadfast, Chicago, IL